Sean McVay pensou que 49ers poderia ter negociado até o draft TE Kyle Pitts no terceiro lugar – NFL.com

Quando o San Francisco 49ers negociou um pacote de escolhas de draft para passar para a posição geral nº 3 no Draft de 2021 da NFL, as perguntas sobre qual jogador os Niners almejaram voaram com fúria nas semanas anteriores à seleção.

A maior parte das especulações era qual zagueiro San Francisco vendeu a fazenda para trazer ao lado de Jimmy Garoppolo . Mac Jones versus Trey Lance foi o debate mais quente de abril.

Na época, havia outra facção muito menor de observadores que pensavam que os Niners poderiam chocar o mundo e selecionar o tight end da Flórida Kyle Pitts . O processo de pensamento foi que o TE era perfeito para o sistema de Kyle Shanahan, e emparelhá-lo com George Kittle tornaria a ofensa dos Niners quase imparável com o que poderia fazer pelo ar e no solo.

Durante um episódio do podcast Flying Coach com Sean McVay e Peter Schrager , o treinador do Rams disse que ele estava entre aqueles que pensavam que Shanahan – que se juntou a esta gravação – estava seguindo o caminho de Pitts.

“Eu pensei que havia a possibilidade de Kyle ir para Pitts às três”, disse McVay, via Web Zone 49ers . “Com toda a seriedade, porque ele é um visionário. Estou te dizendo, eu não achei que seria uma ideia maluca porque você volta para quando a Nova Inglaterra tinha um set de dois tight end, e eles estavam fazendo coisas totalmente diferentes. Você pensa no que Kittle. E então, o que faz sentido é que, ei, Jimmy produziu até o fim. Isso não é uma coisa de produção. É uma questão de disponibilidade que você está dizendo: ‘Nós não pode ter isso, ‘tipo, todas as coisas.

“Mas eu pensei,’ Se não for Mac Jones – e eu não tinha estudado Trey, só porque não havia há muita exposição em filmes há alguns anos, e não estávamos naquele mercado, então eu não sabia além de vê-lo jogar em seu dia profissional que você está dizendo: ‘Tudo bem, você pode ver muitas coisas que você gostaria e que fariam sentido. ‘”

No final, os Niners selecionaram Lance , que Shanahan depois insistiu que era sua escolha o tempo todo, apesar das especulações de Jones. O sigilo de Niners enganou todo mundo, já que o próprio Lance não sabia que seria a escolha até que seu telefone tocou na noite do recrutamento. Pitts acabou indo
Não. 4 no geral para Atlanta .

McVay notou que seu bom amigo ainda tinha seus rivais de divisão questionando.

“Ele enganou todo mundo e conseguiu que as pessoas que ele sabia que estaríamos tentando nos enganar também”, disse McVay sobre Shanahan.

É interessante considerar a ofensa dos Niners com uma arma como Pitts, mas o preço que os Niners pagaram para pular do nº 12 para o nº 3 – três escolhas no primeiro assalto – sempre sugeriu que era um zagueiro. É a única posição que vale esse preço a longo prazo, mesmo que emparelhar Pitts com Kittle tornasse a ofensa de Shanahan um pesadelo para as defesas opostas.

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *