Rodgers admite que 'enganou' as pessoas sobre seu status de vacina COVID-19

Autor do artigo:

Reuters

Data de publicação: Reuters

09 de novembro de 2021 • 2 dias atrás • 2 minutos leitura 16 Comentários

Aaron Rodgers do Green Bay Packers lança um passe no primeiro tempo contra o Los Angeles Rams no Lambeau Field em 16 de janeiro de 2021 em Green Bay, Wisconsin. Foto de Stacy Revere / Imagens Getty
O três vezes MVP da National Football League (NFL) Aaron Rodgers admitiu na terça-feira que havia enganado as pessoas sobre seu status de vacinação COVID-19, tendo anteriormente insistiu que não mentiu sobre se ele havia sido imunizado contra o vírus. [[7,7] Reuters

Propaganda

, [1200,250], [1200,90], [970,90], [970,250], [728,90], [300,250]] “data para -interscroller=”6×6″ data-ad-loc=”2″ data-ad-mobile=”, [320,50], [300,50], [300,250], [300,600]] “id=”ad-2″>

Este anúncio não foi carregado ainda, mas seu artigo continua abaixo.

O quarterback do Green Bay Packers, que não foi vacinado, testou positivo para COVID-19 na semana passada e recebeu muitas críticas por ter dito aos repórteres em agosto que estava “imunizado” quando questionado se havia sido vacinado. Reuters

Dias depois de ter testado positivo, o ex-campeão do Super Bowl desafiadoramente disse ao “The Pat McAfee Show” que não mentiu, mas voltou ao programa na terça-feira para esclarecer seus comentários.

“Eu compartilhei uma opinião que é polarizadora, entendo e enganei algumas pessoas sobre meu status, pelo qual assumo total responsabilidade ”, disse Rodgers.

Rodgers, que foi forçado a não participar da derrota dos Packers no domingo para os Kansas City Chiefs na lista COVID-19 / reserva, foi retirado pelo patrocinador Prevea Health no fim de semana.

Seus comentários na semana passada geraram indignação em todo o mundo dos esportes, com o basquete Hall of Famer Kareem Abdul-Jabbar acusando-o de prejudicar esportes profissionais.

[] Propaganda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *