Jon Gruden pede desculpas por calúnias racistas, misóginas e anti-LGBTQ em e-mails – Sports Illustrated

Pouco depois de anunciar sua demissão do time , o ex-técnico dos Raiders, Jon Gruden, divulgou um comunicado no qual se desculpava com os jogadores, técnicos, funcionários e fãs do time por se tornarem um distração.

“Renunciei ao cargo de Técnico Principal do Las Vegas Raiders. Eu amo os Raiders e não quero ser uma distração “, diz a declaração de Gruden, de acordo com Adam Schefter da ESPN .” Obrigado a todos os jogadores, treinadores, equipe e fãs de Raider Nation. Sinto muito, nunca tive a intenção de machucar ninguém. ”

Na sexta-feira, o Wall Street Journal relatou que Gruden usou um calúnia racista para descrever o diretor executivo da NFLPA, DeMaurice Smith. Três dias depois, The New York Times divulgou mais e-mails detalhando os usos repetidos de Gruden de misógino e anti -LGBTQ insultos dirigidos a várias pessoas em toda a NFL, incluindo o comissário Roger Goodell.

Gruden teria se referido ao comissário da NFL Roger Goodell como um “anti-futebol sem noção p– -y “bem como um” f —- t “nos emails divulgados pelo Times . Ele também afirmou que a NFL pressionou o então St. Louis Rams vai convocar Michael Sam, jogador gay selecionado em 2014. Gruden também “criticou Goodell e a liga por tentarem reduzir as contusões e disse que Eric Reid, jogador que havia se manifestado durante a execução do hino nacional, deveria ser demitido. “

Gruden tem entre 22 e 31 anos como treinador principal dos Raiders desde 2018 Las Vegas entra no confronto de domingo com o Broncos por 3–2 após derrotas consecutivas para o Chargers and Bears. Os Raiders vão elevar Rich Bisaccia como técnico interino da equipe, de acordo com Schefter .

Mais cobertura da NFL:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *