Ferguson de La. Tech desinvited para combinar – NFL.com

A NFL rescindiu o convite de Louisiana Tech pass rusher Jaylon Ferguson para o scouting combine depois que uma verificação de antecedentes revelou uma questão fora do campo que o tornou inelegível sob a política da liga, disseram Ian Rapoport da NFL Network e Tom Pelissero.

Ferguson, o líder dos saques de todos os tempos da NCAA, foi condenado por bateria simples em seu primeiro ano na Tech após uma briga no McDonald’s. De acordo com as regras, isso é suficiente para levar um convite para combinar. A NFL disse aos clubes no mês passado que os jogadores seriam impedidos de participar da competição “se uma verificação de antecedentes revelar uma condenação por crime ou delito envolvendo violência”.

Ferguson também recebeu uma taxa de intoxicação pública enquanto estava na faculdade. Uma potencial seleção na primeira rodada, as equipes já começaram a chegar para agendar visitas. Aqueles aumentarão com ele não indo para a combinar. Ferguson participará no dia profissional de sua escola em 19 de março, por Andrew Groover da NFL Network.

Dois outros jogadores – o defensor do Mississippi, Jeffery Simmons e o recepcionista do Colorado, Preston Williams – não foram convidados para o torneio, porque também não eram elegíveis para a seleção. Seus incidentes passados ​​eram de conhecimento público e haviam sido relatados na mídia.

O caso envolvendo Ferguson não havia sido divulgado, embora as equipes da NFL estivessem cientes dos incidentes. Todos os jogadores que aceitam os convites para combinar concordam com as verificações de antecedentes, e Ferguson aumentou a carga da bateria.

Ferguson não é o primeiro jogador a ter um convite rescindido pela política. Dois anos atrás, Ole Miss QB Chad Kelly ‘s foi rescindido por causa de incidentes em seu passado.

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *