10 alimentos antiinflamatórios que você deve adicionar à sua dieta – Times of India

A inflamação pode ser boa ou ruim para sua saúde. Pode ser a resposta do seu corpo para combater infecções e lesões ou pode ser uma razão para o ganho de peso e outras doenças auto-imunes.
A inflamação desempenha um papel no processo de cicatrização das células e tecidos. Sempre que nosso corpo detecta um patógeno estranho, ele lança uma resposta biológica para se livrar dele, antes que ataque qualquer órgão e cause danos. Isso leva à inflamação no corpo ou na área de onde os germes ou bactérias entram em nosso sistema. Mas, em alguns casos, nosso corpo erroneamente percebe suas células ou tecidos como prejudiciais, principalmente devido a um baixo nível de imunidade. Esse mau funcionamento pode levar à inflamação persistente ou recorrente, levando a doenças autoimunes e síndromes metabólicas como diabetes tipo 2, doenças cardíacas e obesidade. Existem várias maneiras de controlar a inflamação no corpo e uma das mais fáceis é adicionar alimentos antiinflamatórios à dieta. Alimentos antiinflamatórios são ricos em ácidos graxos ômega-3, proteínas magras, gorduras saudáveis ​​e especiarias. Listamos aqui alimentos antiinflamatórios comuns que você pode incluir em sua dieta.

Bagas
Todos os tipos de bagas – morangos, mirtilos, framboesas ou amoras, têm propriedades antiinflamatórias. As frutas vermelhas são repletas de antioxidantes chamados antocianinas. Esses compostos têm efeitos antiinflamatórios que podem ajudar seu corpo a produzir células assassinas naturais (células NK) e mantê-lo protegido contra doenças crônicas. Dois estudos diferentes realizados para avaliar o impacto da adição de bagas na dieta sobre o nível de inflamação no corpo indicam que aqueles que consumiram mirtilos todos os dias produziram significativamente mais células NK em comparação com outros e aqueles que consumiram morangos tiveram níveis mais baixos de certos tipos inflamatórios marcadores associados a doenças cardíacas
Peixes gordurosos
Não É errado chamar o peixe de superalimento. É um dos alimentos mais saudáveis ​​que você pode adicionar ao seu prato. Rico em proteínas e ácidos graxos ômega-3 de cadeia longa EPA e DHA, os peixes podem ajudar a protegê-lo de várias doenças autoimunes e metabólicas. Nosso corpo metaboliza os ácidos graxos presentes nos peixes gordurosos em compostos chamados resolvinas e protectinas, que têm efeitos antiinflamatórios. Para uma boa saúde, experimente comer peixe pelo menos duas vezes por semana. Salmão, sardinha e cavala são algumas das melhores fontes de ácidos graxos.

Vegetais crucíferos
Brócolis, repolho, couve-flor e couve, todos pertencem à família da mostarda (Brassicaceae). Comumente conhecidos como vegetais crucíferos, esses vegetais verdes são carregados com grandes nutrientes, como ácido fólico, vitamina K e fibras. Além disso, também contém antioxidantes que podem ter efeitos antiinflamatórios no corpo. A pesquisa mostrou que comer vegetais crucíferos pode diminuir o risco de doenças cardíacas e câncer.

Chá verde
O famoso chá que é conhecido por ser anti -propriedades oxidantes e antiinflamatórias podem ser outra grande adição à lista. Beber chá verde todos os dias pode não apenas ajudar a perder peso, mas também reduzir a inflamação no corpo. É uma das bebidas mais saudáveis ​​que você pode beber para se proteger de doenças cardíacas, câncer, doença de Alzheimer, obesidade e outras condições. Os benefícios potenciais do chá verde se devem basicamente a uma substância chamada epigalocatequina-3-galato (EGCG).

Tomates
Uma alimentação saudável não precisa ser cara. Às vezes, até mesmo alimentos comuns presentes em sua despensa podem ajudá-lo a proteger suas doenças, desde que você os coma da maneira certa. Os tomates são comumente usados ​​para preparar caril em famílias indianas, mas poucas pessoas sabem como ele é nutritivo. A fruta vermelha é rica em vitamina C, potássio e licopeno, que possui um antioxidante com poderosas propriedades antiinflamatórias. Este composto pode reduzir os compostos pró-inflamatórios que muitas vezes estão associados a diferentes tipos de câncer.

Azeite e óleo de coco
Fontes saudáveis ​​de gordura como a azeitona o óleo e o óleo de coco também possuem algumas propriedades antiinflamatórias. O uso pode adicionar ambos à sua dieta, dependendo do tipo de prato que você está preparando. O azeite de oliva é uma parte importante da dieta mediterrânea, considerada a dieta mais saudável de todas. Está até relacionado com a redução do risco de doenças cardíacas, câncer no cérebro e outras condições graves de saúde. Adicionar óleo de coco à dieta pode reduzir os marcadores de estresse oxidativo e inflamação. O óleo de coco virgem e o azeite de oliva virgem contêm a maior quantidade de antioxidantes.

Cúrcuma
O tempero amarelo adicionado na maioria dos alimentos indianos é conhecido por suas poderosas propriedades antiinflamatórias e antibacterianas. Pode reduzir a inflamação causada por artrite, diabetes e doenças metabólicas e autoimunes. Os benefícios potenciais da cúrcuma são devido à presença de um composto chamado curcumina. A combinação da curcumina com a piperina (um composto encontrado na pimenta-do-reino) pode aumentar a absorção da curcumina em 2.000 por cento. Mas é difícil obter curcumina suficiente do açafrão em pó, então a maioria das pessoas opta pelo suplemento de curcumina. Se você também deseja adicionar um suplemento de curcumina à sua dieta, consulte seu médico.

Pimenta
Quando você fala sobre alimentos antiinflamatórios, é difícil deixar de notar os pimentões e pimentões. Dois deles são carregados de vitamina C e antioxidantes que têm efeitos antiinflamatórios poderosos e podem ajudar a melhorar sua saúde de várias maneiras. Os pimentões são embalados com um antioxidante chamado quercetina, que se acredita reduzir um marcador de dano oxidativo em pessoas que sofrem de sarcoidose, enquanto os pimentões contêm ácido sinápico e ácido ferúlico que podem reduzir a inflamação e retardar o envelhecimento.

Chocolate amargo e cacau
O chocolate amargo e o cacau também contêm antioxidantes que reduzem a inflamação. Eles são até uma rica fonte de zinco que pode ajudar a aumentar a imunidade. O chocolate contém flavonóides, um composto que tem efeitos antiinflamatórios e mantém o revestimento das artérias saudável. Sempre que comprar chocolate, certifique-se de que ele contém pelo menos 70% de cacau para colher os benefícios de suas propriedades antiinflamatórias.

Nozes

Um punhado de nozes e sementes pode ser uma boa fonte de proteínas e ácidos graxos ômega-3. As nozes também contêm gorduras mono e poliinsaturadas que podem ajudar a reduzir a inflamação e o risco de doenças cardíacas. Amêndoas, nozes e castanhas de caju são as nozes mais saudáveis ​​para comer.

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *